segunda-feira, 14 de junho de 2010

.fuck yeah.


Relacionamentos superficiais, sem compromisso, contatos diurnos, cobranças e fatos, Tudo se resume a sexo. Sexo pelo sexo. Sexo pelo simples fato de um prazer superficial assim como o próprio relacionamento. Entendimentos são necessários, mas quando ele vira sentimento? Quando um relacionamento superficial vira um relacionamento de verdade? É quando te ligo no dia seguinte? Não sei, mas sei que quando eu quero arrumar sua mudança, sua casa e sua alma talvez é porque eu esteja apaixonado e querendo bem mais que sexo.
Não, quis apenas te comer como você mesmo já disse, sempre quis ficar com você mesmo te conhecendo de uma forma torpe e com um objetivo cravado. Mas sabe o que é...eu sempre me apaixono quando a ironia domina a conversa e sinto arrogância em suas palavras. Eu sempre fico perdido em um sorriso largo e uma cara de criança. Eu sempre me apaixono pela insegurança segura. É, eu me apaixono pelo complicado, pelo difícil, sem objetivo, sem ganho, sem prêmio.
Só quero me perder.









Mas agora, em sentimentos profundos.

2 comentários:

Emerson Brito disse...

Fodão este texto! Muito bom!

tet is oká! disse...

Ai gostei... se perder em profundidade de sentimento. E sexo.

É tudo bom.